DIA DO ENFERMEIRO E A PANDEMIA

Hoje, dia 12 de maio é o dia internacional da enfermagem e do enfermeiro. O dia da comemoração é em homenagem a Florence Nightingale (1820-1910), que nasceu neste mesmo dia a pouco mais de 200 anos atrás.

Sua carga de importância e tanta que, mesmo nos dias de hoje seu juramento é repetido em toda formação e colação de grau dos cursos de enfermagem, um juramento que demonstra a importância e a dedicação que o profissional formado tem pela profissão:

“Juro, livre e solenemente, dedicar minha vida profissional a serviço da pessoa humana, exercendo a enfermagem com consciência e dedicação; guardar sem desfalecimento os segredos que me forem confiados, respeitando a vida desde a concepção até a morte; não participar voluntariamente de atos que coloquem em risco a integridade física ou psíquica do ser humano; manter e elevar os ideais de minha profissão, obedecendo aos preceitos da ética e da moral, preservando sua honra, seu prestígio e suas tradições.”

Em meio a esta grande pandemia que assola o mundo e que no Brasil se deu no início de 2020, a escola CETEP gostaria de prestar uma grande homenagem a todos os profissionais da enfermagem de todo o mundo que perderam suas vidas na linha frente contra o Coronavírus.

De acordo com o COFEN – CONSELHO FEDERAL DE ENFERMAGEM, Desde o início da pandemia, 776 enfermeiros perderam a vida para a Covid-19. Em abril, foram sete profissionais de enfermagem mortos na região Norte, três no Nordeste, cinco no Centro-oeste, oito no Sul e um no Sudeste, região que apresentou menor índice de mortes desde março de 2020.

A escola CETEP parabeniza também a todos os profissionais que ainda atuam na linha de frente e que dia após dia dedicam suas vidas à pessoas humanas fazendo assim valer o juramento de Florence Nightingale.

Deixe uma resposta